Insatisfação com o governo Rosalba leva servidores a acamparem em frente à residência oficial por tempo indeterminado

11Protesto em frente à residência oficial tem até boneco da governadora

Cerca de 300 servidores da saúde e da educação em greve no Rio Grande do Norte realizam desde o início da manhã de ontem, 21, um protesto em frente à residência oficial da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), em Natal.

Os servidores decidiram acampar por tempo indeterminado em frente ao imóvel. O grupo quer uma reunião com a governadora para discutir reivindicações das categorias, que incluem reajustes salariais, mais investimentos em infraestrutura de saúde e educação e convocação de concursados.

Ontem, Rosalba só conseguiu deixar a casa por volta das 15h, sob escolta de três veículos da Secretaria da Segurança Pública.

Em nota, a governadora classificou o protesto como “tentativa de intimidação pessoal” realizada de forma “agressiva, intempestiva e desrespeitosa”. Disse estar aberta ao debate com as categorias e que o espaço mais adequado para a discussão é uma comissão formada para isso. “Fazer piquete na residência oficial é muito mais do que uma provocação à pessoa da governadora e aos seus familiares. É a manifestação de uma prática intimidadora e intolerante, incompatível com o regime democrático, caro a todos os brasileiros”, diz o texto do governo.

O Rio Grande do Norte enfrenta onda de greves desde o início deste mês. Professores, agentes e escrivães da Polícia Civil e servidores da saúde estão parados. Os delegados de polícia agendaram início de paralisação para esta quinta-feira, 22, enquanto os médicos votam indicativo de greve na próxima segunda,26. (Com informações Folha/UOL).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *