III Festival de Música Projovem teve início ontem com oficinas e multifeira cultural com trabalhos em artesanato

BANDA FORMADA POR ALUNOS DO PROJOVEM É UMA DAS ATRAÇÕES NO FESTIVALBanda do Projovem é um dos destaques na programação do festival de música (Foto: Ribamar Dantas)

O Programa Projovem Adolescente de Areia Branca, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, iniciou ontem, 21, a programação do III Festival de Música Projovem. Com o tema “Revivendo Épocas”, até a sexta-feira, 25, o festival terá diversas apresentações musicais, além de uma multifeira cultural apresentando o resultado das oficinas de artesanato realizadas pelo programa.

No decorrer da programação serão apresentados grupos de música instrumental e ainda a participação especial da “Potiguar Band”, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern) e show das oficinas de violão e teclados, com os jovens talentos tocando músicas que marcaram época no cenário da MPB.

Segundo a coordenação do programa no município, que tem à frente a educadora Rosângela Gonçalves, as atividades paralelas estão acontecendo na sede do programa, já que o festival propriamente dito acontecerá nesta quinta, 24, e sexta-feira, 25.

Dia 24, às 19h, abertura da programação de palco, no largo da Praça da Conceição, em frente à Prefeitura de Areia Branca, com musical jovem e show. Participação do “Duo de Violão e Flauta Transversal”.

Dia 25, às 19h, show, oficina de violões e roda de som, participação “Potiguar Ban”, da Uern. Encerramento com a “Roda de Som Com Mestres”, com a participação de professores de música de diversas localidades. Os eventos são abertos ao público.

O Projovem Adolescente é uma das quatro modalidades do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem) que atende exclusivamente a faixa etária de 15 a 17 anos. É um serviço socioeducativo, que integra as ações de Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social (SUAS).

O programa complementa a proteção social básica à família, criando mecanismos para garantir a convivência familiar e comunitária e criar condições para a inserção, reinserção e permanência do jovem no sistema educacional.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *