Grupo G7 entrega manifesto de apoio às pré-candidaturas de Henrique Alves para o governo e Wilma para o Senado

IMG_3941

Os pré-candidatos Wilma e Henrique com o manifesto de apoio assinado pelos sete partidos  

Embasado no discurso de união pelo Rio Grande do Norte, um grupo formado por sete partidos entregou neste sábado, 17, um manifesto de apoio às pré-candidaturas de Henrique Eduardo Alves (PMDB) para o governo e Wilma de Faria (PSB) para o Senado. Assinam o documento PV, PHS, PEN, PRP, PRTB, PPS E PTB. O PSDC, outra legenda que conversava com o grupo, anunciou que prefere aguardar uma reunião interna antes de tornar público seu posicionamento.

Além de Henrique e Wilma, o anúncio do apoio, realizado num escritório de advocacia em Lagoa Nova, contou com a presença do ministro Garibaldi Filho (PMDB) e dos sete presidentes que assinam o manifesto, entre eles o senador Paulo Davim, do PV.

O deputado Henrique Alves agradeceu nominalmente os presidentes dos partidos e destacou a importância do diálogo no processo de aproximação das legendas.” A nossa primeira conversa já tem quase dois meses. Realizamos intenso debate, respeitamos tempos de vocês e esperamos pacientes esse momento grandioso”, afirmou.

Henrique disse que todos os partidos da aliança vão participar da elaboração do projeto de governo e voltou a ressaltar a importância do diálogo e da união. “Estamos prontos para superar o radicalismo do passado que tanto mal fez ao RN. Vamos formatar um grupo de trabalho e nos dedicar a elaborar uma proposta clara e realista”.

IMG_4009

Dirigentes dos partidos que formam o grupo chamado de G7

O pré-candidato do PMDB também fez questão de destacar a experiência dos ex-governadores Wilma de Faria e Garibaldi Filho dentro da aliança. “Certamente, pelo que eles viveram, vão me ajudar para que eu erre menos e acerte mais. É um somatório de experiências em favor do Estado”, afirmou. Ele acrescentou que a proposta da coligação tem três rumos: agregar, unindo forças; descentralizar, dividindo responsabilidades; e planeja para evitar o improviso.

A vice-prefeita de Natal e ex-governadora Wilma de Faria parabenizou o grupo de partidos, chamado de G7, e lembrou que pela primeira vez na história política do Rio Grande do Norte é feita uma aliança tão coesa de pequenos partidos. “Isso é importante porque houve diálogo, colocação de propostas. É necessário que essa união pense no RN, nos serviços essenciais, na infraestrutura, no desenvolvimento do Estado. Pensamos no novo projeto que vai ser apresentado pelo pré-candidato ao governo Henrique Alves. A gente precisa transformar o estado, colocar um novo rumo. Vamos cumprir esses compromissos. Vou colocar à disposição de todos a minha experiência”, disse.

O senador Paulo Davim, principal articulador do G7, também destacou a união do grupo. “Essa união é para que a gente possa construir um futuro promissor pro estado”. Segundo ele, outro motivo de agregar as legendas se deu pela necessidade de sobrevivência dos pequenos partidos no processo eleitoral. “Percebemos que a união daria musculatura suficiente”, concluiu.

Areia Branca

IMG_3992

Henrique Alves agradeceu nominalmente os presidentes dos partidos

Devido sua participação nesse encontro, Paulo Davim teve que adiar a visita que faria a Areia Branca neste sábado, para prestigiar a convenção municipal do PV, marcada para esta data. O fato motivou o adiamento da convenção, que segundo o presidente do partido na cidade salineira, Rogério Edmundo de Souza, deverá acontecer entre o final deste mês e o início de junho.   

Fotos: Cláudio Abdon

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *