Governo libera R$ 1,6 bi para evitar interrupção do Minha Casa Minha Vida

Construções do programa garantem emprego e moradia à população (Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press)

O programa habitacional Minha Casa Minha Vida terá um reforço do governo federal. Na quinta-feira, 18, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) anunciou que o programa receberá R$ 1,6 bilhão até junho.

A intenção é impedir que o Minha Casa Minha Vida parasse, já que um decreto publicado no fim de março pelo Ministério da Economia limitou os gastos a 27% do empenho e 39% do pagamento. Serão pagos R$ 550 milhões em abril, R$ 550 milhões em maio e R$ 500 milhões em junho.

Em comunicado à imprensa, o Ministério do Desenvolvimento Regional afirmou que os repasses vão garantir a continuidade das obras. “O tema vem sendo tratado ao longo deste ano pela Casa Civil e pelo MDR. A decisão foi tomada nesta semana durante reunião da equipe econômica na Junta de Execução Orçamentária (JEO). O aporte será disponibilizado pelo Ministério da Economia”, comunicou.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, se reuniu nesta quarta-feira com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e outros parlamentares para tratar desse assunto, entre outros temas. Ao sair do encontro, o parlamentar disse que é fundamental para o momento econômico do país a continuidade do Minha Casa Minha Vida. “(Precisamos) garantir os empregos, por meio do governo, disponibilizando recursos para a continuação do programa habitacional. É fundamental”, afirmou Alcolumbre. “(São) Mais de 150 mil empregos em milhares de construções no Brasil. Há sensibilidade do governo, que não vai deixar as obras pararem. Vai liberar recursos o mais rápido possível para melhorar a vida das pessoas, dando uma habitação para elas, e mantendo aquecida a construção civil”, completou. (Com informações Correio Braziliense).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *