Governo anuncia medidas para conter crescimento de casos da Covid-19

Fátima Bezerra disse que o governo está preparado para garantir assistência de saúde à população

Atento ao comportamento da pandemia de Covid-19, o Governo do Rio Grande anunciou, nesta sexta-feira, 4, medidas para reforçar a assistência de saúde à população e garantir a vida. Em entrevista coletiva no auditório da Governadoria, em Natal, a governadora Fátima Bezerra (PT) informou que diante do crescimento dos casos de Covid o Governo do Estado, ouvindo o Comitê de Especialistas que assessora a administração, vai rever as autorizações já concedidas para eventos públicos, reunir os prefeitos a partir da próxima segunda feira, 7, para tratar das ações comuns para conter a contaminação, iniciar a pesquisa inquérito sorológico visitando sete mil residências para identificar o perfil e a contaminação familiar, reativar 89 leitos de atendimento exclusivo à Covid, ampliar o transporte sanitário e dispensar do expediente os servidores estaduais acima de 60 anos portadores de comorbidades.

“Nosso Governo tem compromisso com a vida e com a proteção da sociedade. A secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) vem constatando o aumento de casos que repercutem na ocupação de leitos. Portanto, para manter a pandemia sob controle, estamos tomando estas medidas e esperamos contar com a adesão da população para o uso da máscara, higienização constante das mãos, respeitar o distanciamento social e evitar aglomerações”, destacou a chefe do Executivo estadual.

Fátima Bezerra ainda acrescentou que “o Governo do Estado está preparado para garantir assistência de saúde à população. Vamos renovar as parcerias com os municípios e com o Ministério Público, pelas quais conseguimos montar uma rede com mais de 600 leitos, o que é mais do que seis hospitais de campanha, adquirimos equipamentos, insumos e contratamos e capacitamos pessoal para atender toda a população do RN”.

A Sesap registrou até a manhã desta sexta-feira, 97.098 casos confirmados, descartou 243.874 casos e tem outros 44.842 suspeitos de contaminação pelo coronavírus. São 2.715 óbitos confirmados pela Covid-19, sendo um deles nas últimas 24 horas, e mais 405 mortes em investigação.

A ocupação geral dos leitos de UTI Covid na rede pública é de 60%, com 114 pessoas internadas. A Região Metropolitana está com 53% de ocupação, o Alto Oeste está com todos os nove leitos de UTI ocupados, enquanto que no Oeste/Vale do Açu a ocupação está em 78%. Já no Agreste não há nenhuma pessoa internada, no Potengi há 62% de ocupação e o Seridó com 56%.

No total, somando leitos públicos e privados, tanto UTI como clínicos, entre casos confirmados e suspeitos, há 370 pessoas internadas no RN.

Nova gestão de leitos de UTIs

Ainda nesta sexta-feira, a governadora Fátima Bezerra visitou e participou da solenidade de entrega das UTIs dos hospitais Dr. João Machado (HJM), em Natal, e o Regional Dr. Alfredo Mesquita Filho, em Macaíba. Nas duas unidades, o Governo do Estado assumiu a gestão dos leitos Covid no mês de dezembro, antes sob a responsabilidade da Oscip Avante Social (Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania e Saúde) que operava 30 leitos de UTI desde meados de maio – 20 leitos no Hospital Dr. João Machado e 10 no Regional de Macaíba. Agora os leitos passam a ser administrados pela Sesap, com servidores do Estado, e investimento de R$ 1,9 milhão em equipamentos para equipar as unidades hospitalares e seguir com os leitos em operação.

Durante a visita ao HJM, a governadora Fátima Bezerra descerrou a placa da ala com 20 leitos do hospital, que tem a 3ª maior ala de UTI Covid pública estadual, e destacou o trabalho dos servidores da saúde pública potiguar durante a pandemia. “Esse momento tem um simbolismo, mostra a competência e trabalho do Governo. Isso significa fortalecer o SUS cada vez mais. Também significa que o Governo tem capacidade de responder o desafio de atender a população. Ainda vivemos uma realidade muito difícil. Em quatro meses de pandemia instalamos mais de 300 leitos de UTIs, um legado para a população do Rio Grande do Norte”, comentou Fátima.

A secretária adjunta da Saúde Pública, Maura Sobreira, destacou que o HJM tem 150 leitos, sendo 70 psiquiátricos, 20 de UTIs, 30 de clínica geral e 30 de observação. “O Governo está planejando abrir novos leitos em 2021, uma mudança não só na estrutura física, mas também na administração. Tivemos a convocação de novos profissionais E reforço no atendimento psiquiátrico. O Governo vem possibilitando a mudança de práticas e valores na rede pública de saúde”, disse a gestora.

Por meio dessa estruturação, o João Machado tem o potencial de se tornar o maior hospital clínico do Rio Grande do Norte. A diretora-geral do HJM, Leidiane Fernandes, pontou o empenho da equipe para estruturar a unidade nesse período. “Unimos forças para modificar a estrutura da unidade, não só física como também dos servidores. Nossos funcionários aceitaram o desafio em trabalhar com pacientes da Covid-19. Nossa primeira paciente da UTI não encontrava vaga para internação em outro hospital. Hoje ela está recuperada e em casa”, completou Fernandes.

O investimento no Hospital Regional de Macaíba é de mais de R$ 810 mil (entre os já licitados e a serem licitados) para aquisição de ventiladores pulmonares, mesas, microscópio laboratorial, carro para material de limpeza, secadora e lavadora de roupas. O Hospital vai voltar a realizar cirurgias eletivas.

“Com o atual crescimento da pandemia, esses leitos só vem a corroborar para a assistência integral à saúde dos usuários do SUS. Nos últimos 10 anos essa instituição não recebeu tanto investimento tecnológico como na gestão da governadora Fátima Bezerra. A Sesap vem trabalhando incansavelmente na construção de novos fluxos e implantação de serviços essenciais à população do RN. Como já anunciado pela equipe da Sesap, para o próximo ano teremos a retomada das cirurgias eletivas especificadamente para Macaíba e a implantação das cirurgias obstétricas”, acrescentou a diretora do Hospital Regional de Macaíba, Glenda Freitas.

Expansão da rede Covid 

Diante do quadro atual, o Governo vai expandir a rede de leitos Covid em 89 leitos até o dia 30 de dezembro. São 53 leitos de UTI e 36 clínicos. A maior expansão será nas regiões Oeste e Alto Oeste, com 27 leitos, seguido da Região Metropolitana, com mais 20 leitos a serem abertos.

Distribuição dos 89 leitos – 53 UTI e 36 clínicos:

Região Metropolitana – 20

10 UTI + 10 clínicos – Hospital João Machado.

Região Seridó – 10 leitos

10 UTI – Hospital Regional do Seridó

Região Oeste e Alto Oeste – 27 leitos

01 UTI + 10 clínicos – Hospital Regional de Pau dos Ferros

10 UTI – Hospital São Luiz e 6 clínicos – Hospital Regional de Assu.

Região Mato Grande/Agreste – 16 leitos

10 UTI – Hospital Regional de João Câmara.

6 UTI – Hospital Regional de Santo Antônio.

Região Potengi – 16 leitos

6 UTI e 10 clínicos – Hospital Regional de São Paulo do Potengi.

A governadora também anunciou a retomada das ações do Pacto pela Vida e ações do RN Mais Protegido como a distribuição de máscaras. Até agora foram distribuídas 6 milhões de máscaras e mais 300 mil serão distribuídas nos próximos dias. “Volto a dizer: precisamos de um novo esforço de cooperação para o cumprimento rigoroso das normas protetivas. A sociedade precisa voltar a cumprir as medidas de proteção e evitar aglomerações”, registrou Fátima Bezerra.

Fotos: Elisa Elsie/Robson Araújo/Deyvisson Pereira

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!