Governador prestigia inauguração de dois parques eólicos da Copel em João Câmara

16.06 Inauguração dos Complexos Eólicos da Copel no RN - Foto Rayane Mainara (4)Robinson reafirmou apoio do seu governo ao setor eólico em franca expansão no Estado

O governador Robinson Faria (PSD) participou da inauguração dos parques eólicos Brisa Potiguar II e São Bento do Norte, situados a 12 quilômetros de João Câmara, no início da tarde desta terça-feira, 16. Os empreendimentos fazem parte da Companhia Paranaense de Energia (Copel) que, pela primeira vez, investe em energia eólica fora dos seus domínios e se instala no Rio Grande do Norte, o Estado que hoje é um dos mais promissores em potência eólica do Brasil. Participaram juntamente com o governador, o secretário de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Paulo Roberto Cordeiro, o diretor presidente do Instituto de Desenvolvimento Sustentável (Idema), Rondinelle Silva Oliveira, e o suplente de senador, Jean Paul Prates, representando a senadora Fátima Bezerra (PT).

No discurso, Robinson Faria lembrou que seu governo não tem compromisso com atrasos ou burocracias. “Somos um Governo parceiro do empreendedor. Desde o início da nossa gestão já realizamos, através do Idema, mais de 50 licenças ambientais na área de energia eólica. Mas não é simplesmente para beneficiar os empresários. E sim porque queremos estabelecer uma política pública de estado que colabore com o desenvolvimento econômico e social”, afirmou o chefe de Estado.

O titular da Sedec, Paulo Roberto Cordeiro, lembrou que o Rio Grande do Norte tem potencial energético de 15 Gigawatts e não à toa tem atraído investidores em energias renováveis como a Copel. “O Rio Grande do Norte tem todas as razões técnicas e políticas para acolher investidores como a Copel”, disse.

16.06 Inauguração dos Complexos Eólicos da Copel no RN - Foto Rayane Mainara (3)Copel contabiliza ao todo 28 parques já instalados no Estado

Com a inauguração dos dois parque eólicos de hoje, a Copel contabiliza ao todo 28 parques já instalados no Estado, os quais fazem parte de cinco complexos em cidades como João Câmara e São Bento do Norte e, em breve, também deverá se instalar em São Miguel do Gostoso. Foram erguidos 79 aerogeradores que alcançam 90 metros de altura, com previsão de produzir 280 Megawatts esse ano e até 2019 mais de 600 Megawatts, com capacidade para suprir energia para 2 milhões de consumidores em todo o Brasil.

Fotos: Rayane Mainara

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *