Gillete pagará R$ 500 mil para o governador da Bahia tirar a barba depois de 34 anos

Ministro dos Portos, Leônidas Cristino, recebe o Governador da Bahia, Jaques Wagner para tratar da situação portuária no estado, em especial o Porto Sul, em Ilhéus.

Foto: Janine Moraes / SEP Pronto. Deixar a barba crescer está se tornando um negócio lucrativo no Brasil. Depois do vocalista Bel Marques, da banda Chiclete Com Banana, que vendeu sua barba pela bagatela de R$ 1 milhão, agora foi a vez do governador da Bahia, Jaques Wagner (PT). Ele anunciou ontem, 21, que vai tirar sua barba depois de 34 anos. Mas para isso, a Procter & Gamble, proprietária da marca Gillete, pagará R$ 500 mil, que serão doados ao Instituto Ayrton Senna.

Jaques Wagner vai tirar a barba depois de 34 anos

O governador baiano não confirmou como vai ser feita a negociação nem se vai participar de um comercial da empresa. “Vou vender minha barba para a Gillette, mas esse dinheiro tem que ser investido aqui na Bahia”, disse.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *