Fundac atualiza cadastro de artistas e trabalhadores da cultura para segunda etapa da Lei Aldir Blanc

A atualização dos dados é na própria Fundação até o dia 15 de outubro (Foto: Luciano Oliveira)

A Fundação de Cultura (Fundac) iniciou na quarta-feira, 29, a atualização cadastral dos artistas, técnicos, de empresas e espaços culturais de Areia Branca para que possam ser beneficiados com a edição 2021 da Lei Aldir Blanc, a lei emergencial da cultura.

A Lei Aldir Blanc é a lei federal criada no ano passado para beneficiar o setor cultural afetado pela pandemia de Covid-19.

A atualização dos dados deve ser feita na própria Fundac até o dia 15 de outubro no horário das 8h às 19h. O objetivo é fazer o mapeamento desses profissionais para implementar em Areia Branca a segunda etapa do benefício.

Os profissionais da cultura devem apresentar os documentos pessoais como identidade, CPF e comprovante de residência.

Recurso em conta 

Em 2020, por meio da Lei Aldir Blanc, Areia Branca recebeu R$ 218 mil, que contemplaram 61 projetos de trabalhos apresentados por artistas, criadores, produtores e grupos artísticos exclusivamente do município.

Do montante, segundo o presidente da Fundação de Cultura, Abner Souza, tem uma sobra de R$ 60 mil em conta, que vão contemplar a segunda chamada pública para destinação desses recursos.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *