Fumaça de cor preta na chaminé da capela Sistina indica que não houve consenso sobre escolha do novo papa no primeiro dia do conclave

2Cardeais voltam a se reunir amanhã para realizar outras quatro votações

A primeira votação do conclave, realizada na tarde desta terça-feira, 12, terminou sem a escolha do novo papa. Às 15h41 (horário de Brasília) a chaminé da capela Sistina soltou fumaça de cor preta, indicando que os cardeais não chegaram a um consenso sobre o próximo líder da Igreja Católica Apostólica Romana.

Amanhã, 13, os cardeais voltam a se reunir para realizar outras quatro votações – duas pela amanhã e duas à tarde. A fumaça (negra ou branca) deverá sair por volta de 12h (7h em Brasília) ou 19h (14h em Brasília). Se o nome do novo papa for escolhido, a fumaça que sairá da chaminé será a de cor branca, e os sinos da basílica de São Pedro tocarão para reforçar o anúncio do novo sumo pontífice.

Iniciado 12 dias após a renúncia de Bento 16, o processo de escolha do novo papa é realizada por 115 cardeais, sendo cinco brasileiros: dom Raymundo Damasceno Assis, 76; dom Odilo Scherer, 63; dom Geraldo Majella Agnelo, 79; dom Cláudio Hummes, 78; e dom João Braz de Aviz, 64.1          Chaminé da capela Sistina soltou fumaça de cor preta, indicando que novo papa não foi escolhido

São aptos a votar apenas os cardeais com menos de 80 anos. A presença deles, segundo o Vaticano, é obrigatória. No entanto, dois eleitores conseguiram a dispensa necessária para não participarem da votação, um por motivo de saúde (cardeal indonésio Julius Darmaatjadja) e outro que renunciou ao cargo (cardeal britânico Keith O’Brien). (Com informações do Portal UOL). 

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *