“Fomos boicotados”, desabafa empresário sobre o cancelamento do Carnaval de Macau

Serginho Lisboa desabou sobre cancelamento do evento (Foto: Reprodução)
Num desabafo mais que emocionante, o empresário Serginho
Lisboa, da X Entretenimentos, confirma o cancelamento de toda a programação do
Carnaval de Macau 2016. A recomendação do Ministério Público (MP) contrário à
realização do evento, aliado à falta de apoio público e político foram fatores
determinantes para que não aconteça este ano, o maior Carnaval do Estado.
A iniciativa privada, via Serginho Lisboa, decidiu realizar o
Carnaval de Macau em novo formato, depois que o prefeito interino Einstein
Barbosa (PMDB) declarou que diante da situação financeira e os problemas de
ordem judicial enfrentados pelo município, este ano a prefeitura não iria
realizar o tradicional Carnaval da cidade.
Depois dos acertos com o MP e a garantia da prefeitura que
entraria como parceira, o empresário fechou a grade de atrações e anunciou toda
a programação, inclusive com os tradicionais “mela-mela”.
Quando parecia tudo estar em seus devidos lugares e a cidade já
preparada para a grande festa, eis que o MP voltou a recomendar a não realização
do “mela-mela”. O empresário Serginho Lisboa ainda tentou resolver a situação,
mas segundo ele, o deixaram falando sozinho e sem condições de arcar com toda a
responsabilidade pelo evento.
Leia a íntegra da nota divulgada pelo empresário Serginho
Lisboa, onde explica os motivos do cancelamento da programação do Carnaval de
Macau.

Foi mais de um mês de luta árdua e desgastante pra
realizar o carnaval de Macau. Abri mão de toda minha agenda de shows e negócios
em outras cidades na tentativa de fazer o evento. Foram inúmeras noites mal
dormidas, problemas a serem resolvidos e inúmeros inimigos. Ontem em reunião com
o MP (Ministério Público), a promotora Dra Raquel Ataíde manteve sua
recomendação e acenou que se levássemos o evento do “Mela-Mela” adiante o MP
tentaria na Justiça talvez uma ação de medida cautelar para cancelar o evento em
cima da hora. Poderíamos manter toda a nossa programação como informado ontem.
Poderíamos se tivéssemos as garantias reais de segurança, saúde e infraestrutura
para o carnaval. Busquei contato com o prefeito e não consegui. Precisava de
garantias escritas e assinadas.

O Carnaval de Macau tornou-se uma batalha de
bastidores que vocês não imaginam o tamanho. Pessoas que estão fazendo de tudo
para que não haja Carnaval para se beneficiarem politicamente. Boicotando,
queimando, criando factoides, enfim. Fomos boicotados por quase todos que detém
de influência política. Era uma briga covarde! Onde me vi por diversas vezes
sozinho. Fico arrasado pelo comércio que vai perder milhões, pelas famílias que
tinham o Carnaval como fonte de renda, pela tradição…! Sei que o apoio de vocês
foliões, familiares e amigos não faltou. Amigos envolvidos diretamente nisso
como: Érico, Leandro, Diego, Bicudo, 
Felipe, Xaropinho e outros. Isso foi
demais!!!

Não faltou garra, determinação e vontade de querer
fazer. O que faltou foi apoio público pela história do Carnaval. Perdi tempo,
dinheiro, ganhei olheiras. Tentei de todas as formas. Vocês acompanharam dia e
noite tudo. Comprei de fato a briga e lutei como NINGUÉM que talvez tivesse a
obrigação lutou. Não posso e não serei irresponsável. Todo mundo tem seus
limites e esses são os meus. Não posso ir além. Hoje, sem apoio de NENHUM
segmento ou líder do setor PÚBLICO, prefeitura, Estado…com todas minhas forças
consumidas, pelo esgotamento emocional, físico, cercados por uma rede feroz de
ataques pessoais e boicotes, e pelos fatos acima já narrados venho através dessa
nota e em nome também da X Entretenimentos com muita tristeza, CANCELAR TODA
PROGRAMAÇÃO referente ao Carnaval de Macau que se compete a minha pessoa:
MELA-MELA e ARENA. Meus parabéns, aos que de fato conseguiram acabar com o maior
Carnaval do Estado. Espero que não apareça agora um salvador da pátria querendo
fazer politicagem às custas de nossa maior tradição.

Mais uma vez, quem vai pagar a conta é o povo…! Bom
dia.

Serginho Lisboa

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *