Ex-jogador da seleção sub-18 de basquete é a 236ª vítima do incêndio da boate Kiss, em Santa Maria; outros 70 pacientes correm risco de morrer

images (3)Matheus Rafael Raschen morreu ontem, à noite (Foto/Reprodução: Facebook)

Mais um dos feridos no incêndio da boate Kiss, em Santa Maria (RS), morreu na noite de ontem, 31. Matheus Rafael Raschen, 20, estava internado no Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre. Com essa morte, subiu para 236 o número de vítimas da tragédia.  

O jovem, que fez parte da seleção gaúcha de basquete, estava internado em estado grave após ter inalado muita fumaça. Segundo informações da família, Raschen estava em uma área mais externa da boate no momento do incêndio, mas decidiu voltar para ajudar alguns de seus colegas que estavam em situação mais delicada na hora do tumulto e precisavam de socorro. Depois disso, acabou se complicando no local devido à imensa multidão.

Raschen chegou a defender a seleção brasileira nas categorias de base, como o time sub-18. Foi capitão da seleção gaúcha de base e perambulou por equipes do interior do estado, como o Corinthians de Santa Cruz do Sul, time que foi campeão brasileiro profissional na década de 90. Mas resolveu trocar a carreira no basquete pelos estudos. Ele era estudante de Tecnologia em Alimentos, da Universidade Federal de Santa Maria.

Outros 70 pacientes ainda encontram-se em estado crítico e correm risco de morrer, segundo balanço divulgado pelo Ministério da Saúde. A maioria (50) apresenta problemas pulmonares e os demais (20), queimaduras graves. Todos eles, no entanto, ainda respiram com a ajuda de ventilação mecânica. 

Desde domingo, de acordo com o ministério, 577 pessoas foram atendidas e 374 tiveram alta. Até o momento, 126 permanecem internados em hospitais de Santa Maria, Porto Alegre, Caxias do Sul e Ijuí. (Com informações do Portal UOL).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *