EUA derrubam terceiro objeto voador em três dias; frequência de aparições aumenta no país

Imagem do modelo de um dos aviões militares que sobrevoam o Lago Huron pouco após um objeto não identificado ter sido abatido no local (Foto: Reprodução/Wikipedia)

Os militares dos Estados Unidos derrubaram um outro objeto voador neste domingo, 12, na região do Lago Huron, perto da fronteira entre EUA e o Canadá. Essa é a quarta interceptação desse tipo por caças americanos neste mês.

A informação inicial foi dada pelo deputado Jack Bergman, do estado de Michigan. Ele disse no Twitter que os militares “desativaram outro ‘objeto’ sobre o Lago Huron. Agradeço a ação decisiva de nossos pilotos de caça”.

Autoridades do governo confirmaram a ação para a agência Reuters.

Em comunicado oficial, um representante do Pentágono (sede da defesa dos EUA) afirmou que o objeto foi abatido às 14h42 deste domingo por um caça F-16, a uma altitude de 6.100 metros, por ordens do presidente norte-americano, Joe Biden. De acordo com o porta-voz, embora não representasse uma ameaça militar, o objeto poderia ter potencialmente interferido no tráfego aéreo local e poderia ter atividades de vigilância.

Segundo oficiais das Forças Armadas que falaram sob condição de anonimato, ainda não se sabe se o aparato era manobrável ou se estava simplesmente flutuando com as correntes de ar. Os oficiais também não deram detalhes sobre a última aparição do objeto.

Um oficial das Forças Armadas disse, em condição de anonimato, que o objeto tinha uma estrutura octogonal, que tinha cordas penduradas e que aparentemente não carregava nenhuma carga.

O aparato havia sido detectado recentemente sobre o estado de Montana, perto de áreas militares norte-americanas, o que levou ao fechamento momentâneo do espaço aéreo do país, disse o Pentágono.

Gráfico do FlightRadar24 mostra trajetória de avião da Força Aérea dos EUA sobre o Lago Huron, na fronteira com o Canadá (Foto: Reprodução/FlighRadar24)

Segundo a deputada norte-americana, Debbie Dingell, o governo ainda precisa dos fatos sobre a origem do objeto, qual o seu propósito e por que a frequência de aparições está aumentando no país.

Esse é o terceiro objeto voador que os EUA derrubaram em três dias. “Não os caracterizaremos definitivamente até que possamos recuperar os destroços, nos quais estamos trabalhando”, afirmou um porta-voz da Casa Branca.

Além disso, em 4 de fevereiro um caça militar americano derrubou um balão chinês que seria usado para espionagem.

Com informações g1

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *