Empresas e sindicatos fecham acordo milionário que beneficiará 54 marítimos desempregados com a desativação da Frota Oceânica

BARCAÇASBarcaças da Frota Oceânica estão desativadas desde julho do ano passado

Em audiência presidida pelo juiz do trabalho Cácio Oliveira Manoel, no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-RN), duas empresas e três sindicatos de trabalhadores fecharam um acordo que beneficiará 54 barcaceiros desempregados com o encerramento das atividades da empresa Frota Oceânica e Amazônica S.A no município de Areia Branca.

O acordo, no valor de R$ 1 milhão e 600 mil, quitará pagamento de salários atrasados, aviso prévio, 13º proporcional, férias vencidas e proporcionais, além de FGTS e multas dos trabalhadores, com o dinheiro advindo do arrendamento da barcaça Dix-sept Rosado à empresa Nacional Transportes Marítimos ME.

A empresa Frota Oceânica e Amazônica S.A, proprietária da embarcação, atuava em Areia Branca no transporte de sal por meio das duas três barcaças que encerrou suas atividades em julho de 2012.

Pelo acordo, que entrará em vigor a partir de janeiro de 2014, a Nacional Transportes Marítimos se comprometeu a restaurar a Dix-sept Rosado, a contratar nove dos 54 funcionários desempregados e, também, a pagar um aluguel de R$ 70 mil mensais em conta judicial. (LEIA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO DESTE SÁBADO, 14, NO JORNAL O MOSSOROENSE).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *