Driblando as dificuldades escola de samba Gavião Imperial estará na avenida neste domingo, contagiando a todos com a sua vibração

OLYMPUS DIGITAL CAMERA         Cores vivas da Gavião Imperial vão mudar o visual das ruas da cidade, hoje

A escola de samba Gavião Imperial mais uma vez superou as dificuldades e está pronta para desfilar na noite deste domingo, 10. Uma das novidades é a reedição do samba-enredo de 1994, “O folclore do Nordeste”, de autoria do veterano carnavalesco Sérvulo Caetano.

A Gavião Imperial está com sua bateria afinada para mais uma vez encantar o público durante o desfile das escolas de samba neste domingo de Carnaval, em Areia Branca.

A agremiação foi fundada em 23 de janeiro de 1984, quando os componentes do bloco “Os Gatões” resolveram unir-se aos do bloco “Unidos da Plebe” e formar uma escola de samba.

O primeiro nome da escola foi Gaviões da Medeiros, que foi usado até 1997. Era uma alusão à antiga “Casa Medeiros”, loja de material de construção do ex-vice-prefeito José Noronha, a qual já dava nome a um clube de futebol onde jogavam alguns dos fundadores da escola. Daí, a denominação. 02                     Agremiação carnavalesca tem sido um exemplo de superação

Nos primeiros carnavais a escola desfilava puxada por sambas antigos conhecidos dos foliões e não se usava alegorias. Nessa época desfilava-se no período da tarde, aos domingos e terças-feiras e percorria quase todas as ruas da cidade.

A partir de 1987 todos os enredos, os sambas e alegorias passaram a ser criados e desenvolvidos pelos integrantes da própria escola.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *