Dirigente da Codern classifica como positiva reunião que beneficia setor salineiro do RN

EMERSON CODERN Representando a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), o diretor-presidente da Companhia, Emerson Fernandes (foto), classificou a audiência da classe política do RN e representantes da Indústria Salineira potiguar com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, para pleitear a edição de medida provisória mantendo a isenção do Adicional de Frete para Renovação da Marinha Mercante (AFRMM), na quarta-feira, 8, em Brasília, como muito positiva.

“Nós ficamos com uma expectativa muito boa, porque foi bem entendida a necessidade e a importância estratégica do sal para o País. Saímos confiantes de que as decisões vão ser tomadas para que tenhamos uma solução”, disse Emerson.

Na visão do presidente da Codern, a renovação do frete por um novo período de 10 anos é fundamental para o sal, principalmente porque o Chile, principal concorrente dos salineiros potiguares, tem isenção de 25% e não faz sentido o Brasil pagar os 10%.

“Agora, é providenciar a medida provisória para que seja prorrogado o prazo de isenção – explicou Emerson. O prazo da medida que mantém a isenção do frete para os salineiros do RN termina no dia 7 de janeiro de 2012. A ideia é que ele seja prorrogado por mais dez anos”, acrescenta Emerson.

Participaram da audiência a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e a bancada federal potiguar, representada pelos deputados Sandra Rosado (PSB), Fátima Bezerra (PT), Henrique Alves (PMDB), Rogério Marinho (PSDB), Felipe Maia (DEM) e Paulo Vagner (PV), pelo senador José Agripino (DEM) e pelo ministro da Previdência, Garibaldi Alves Filho (PMDB). As principais autoridades do setor salineiro potiguar também estiveram presentes.  (Com informações da Asscom/Codern).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *