Direção do Detran vai abrir sindicância para apuração dos fatos que envolvem suposta “quadrilha” no órgão

O diretor Geral do Detran-RN, Willy Saldanha, recebeu com surpresa  o suposto envolvimento de pessoas que prestam serviços à Ciretran em Mossoró, inclusive o supervisor Jader Costa,  alvos da “Operação Cangueiros” desencadeada pelo Ministério Público Estadual, Policia Rodoviária Federal e Policia Militar. Segundo o noticiário da imprensa, a força-tarefa desarticulou uma suposta “quadrilha” que fraudava etapas do processo de carteiras de habilitação – incluindo proprietários de Centros de Formação – com atuação na região Oeste do Rio Grande do Norte e Ceará.willy-saldanha-5Willy Saldanha vai a Mossoró para realizar a apuração dos fatos

Ao tomar conhecimento da notícia, o diretor do Detran marcou para esta quarta-feira, 12, viagem a Mossoró, juntamente com a Comissão Permanente de Sindicância, para realizar a apuração dos fatos. A investigação vai servir não só para nortear as medidas que serão tomadas no âmbito interno do Detran, mas também como apoio e reforço ao trabalho que está sendo realizado pelo Ministério Público e seus parceiros.

“Não queremos fazer pré-julgamento, mas, apurados os fatos e se comprovado que houve culpados, no âmbito da administração pública  sofrerão as sansões da lei, pois o Governo do RN tem como prioridade a ética, a transparência e a moralidade no serviço público” – assegurou Willy Saldanha.

Outra providência que a direção Geral do Detran está tomando é no sentido de designar uma comissão, em substituição a anterior, para aplicar os exames práticos nos candidatos à carteira nacional de habilitação em Mossoró.  Também está designando outra pessoa para responder  pelo expediente da  Ciretran naquela cidade oestana, para que os usuários dos serviços do Detran não sejam  prejudicados. (Com informações da Assessoria de imprensa DETRAN).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *