Dinarte Assunção lança, em Areia Branca, livro onde relata espiral de autodestruição que quase o levou à morte

0 dinarteDinarte Assunção lança seu impactante livro hoje, em sua terra natal (Foto: Ilana Alburque/Portal No Ar)

Nesta sexta-feira, 31, às 19h, no salão da Biblioteca Pública Municipal José Justiniano Solon, acontece a apresentação e sessão de autógrafos de um dos livros mais impactantes lançados este ano no Rio Grande do Norte: “Sobre Viver” do jornalista Dinarte Assunção, que é areia-branquense e reside em Natal.

O lançamento do livro conta com o apoio da Fundação Areia Branca de Cultura (Fundac), como parte do seu programa de incentivo à arte e a cultura no município.

O jornalista Dinarte Assunção é natural de Areia Branca, filho de Maria Mônica Assunção, que exerceu diversas funções na prefeitura, na área de gestão ambiental.

Ele é formado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), foi repórter especial do Portal NoMinuto, Novo Jornal e trabalha há dois anos no Portal NoAr.

“Sobre Viver”

0O livro que será lançado pelo jornalista Dinarte Assunção hoje, em Areia Branca, mostra um relato pessoal de um período difícil em que o autor passou por uma espiral de autodestruição que quase o levou à morte. Após recuperar-se, decidiu contar sua história, alterando alguns fatos e pessoas de modo a não comprometer ninguém.

O período de internação voluntária, apesar de forte resistência inicial, a ajuda que recebeu de amigos que nem sabia que tinha, situações familiares mal resolvidas e a emocionante intervenção de sua mãe para que houvesse sua recuperação são contados de maneira magistral pelo jornalista.

No livro o jornalista relata sua experiência com a depressão e com as drogas (Foto: Reprodução)

Sobre o livro, o também jornalista Paulo Araújo, escreveu: “Relatos sobre a fragilidade humana costumam fascinar a humanidade desde tempos imemoriais, vide o fascínio que temos pelas tragédias gregas. Neste livro, o jornalista Dinarte Assunção – um dos mais talentosos da sua geração – descreve odisseia que protagonizou ao mergulhar no mundo das drogas na tentativa de curar a depressão que o acompanhou nos 25 primeiros anos de vida, causada pela ausência do pai.

Com pormenores assustadores do que foi capaz de fazer para conseguir alimentar o vício numa Natal de sombras e perigos noturnos, “Sobre Viver” é, no fundo, um hino de amor à vida, pois a partir do momento que Dinarte descobriu que para sair desse problema que atormenta milhões de família no Brasil era preciso cuidar o seu jardim interior, ele nos presenteia com uma lição de vida e autoestima inesquecível”.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *