Deputado Souza cobra investimentos do Estado para a reativação do aeroporto de Mossoró

SOUZA NETO, ESSASouza fez pronunciamento em defesa da recuperação do aeroporto de Mossoró (Foto: Eduardo Maia)

O deputado estadual Manoel Cunha Neto,  “Souza” (PHS), fez pronunciamento na sessão plenária desta quarta-feira, 22, onde defendeu urgência de investimentos para que o aeroporto Dix-sept Rosado, em Mossoró, volte a funcionar em sua plenitude.

Atualmente, devido à precariedade da estrutura, não há voos comerciais regulares nem condições para operações noturnas.

“Faço um alerta, um clamor, porque temos que investir nos meios para atrair o desenvolvimento, ampliar a geração de emprego e renda e não deixar isso escapar. É preciso dar uma resposta efetiva à empresa Azul”, afirmou Souza, referindo-se às negociações que estão em andamento.

O parlamentar afirmou que apesar deste problema, está otimista com relação às iniciativas do Governo do RN para a região do Polo Costa Branca e citou a recente reunião do secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar. 

“O secretário além de prestar contas sobre as iniciativas da região, se comprometeu a redefinir o conselho gestor do Polo Costa Branca e confirmou que o voo está assegurado”, disse.

O local já foi visitado pelo governador Robinson Faria e sua equipe, nos primeiros dias de governo. As instalações foram visitadas para estudo das necessidades e reabertura de voos regulares. Recentemente o governo anunciou incentivos para empresas aéreas através da redução do ICMS para o querosene de aviação.

“Eu sempre digo que o RN precisa mudar o modelo de desenvolvimento, precisa pensar nos polos”, disse o deputado, acrescentando que vai acompanhar todo o processo, indo ao DER, Secretaria de Turismo e outros segmentos do poder.

Ainda segundo o deputado Souza, o Estado precisa investir pelo menos R$ 500 mil no Aeroporto Dix-sept Rosado. “Sem isso, voos não serão viabilizados. Não podemos aceitar que tenhamos os meios para atração de investimentos, amplificação do emprego e renda, além de reforço na tributação, mas deixemos tudo escapar”, alertou Souza.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *