Defensoria entra com pedido na Justiça para adiar provas do Enem

Enem já havia sido adiado em novembro (Foto: Werther Santana/Estadão)

A Defensoria Pública da União pediu à Justiça o adiamento das provas do Enem marcadas para 17 e 24 de janeiro. O exame estava marcado para novembro, mas foi adiado para o início de 2021 por conta da pandemia. A informação é do Portal G1.

“Temos uma prova agendada exatamente no pico da segunda onda de infecções, sem que haja clareza sobre as providências adotadas para evitar-se a contaminação dos participantes da prova, estudantes e funcionários que a aplicarão”, diz o pedido do defensor João Paulo Dorini.

A defensoria diz ainda que “não há maneira segura para a realização de um exame com quase seis milhões de estudantes neste momento, durante o novo pico de casos de Covid-19”.

Também assinam a ação contra o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), as entidades Campanha Nacional pelo Direito à Educação e Educafro.

A hashtag Adia ENEM ficou em entre as mais comentadas no Twitter na tarde desta sexta-feira, 8.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!