Covid: Areia Branca apresenta melhora no quadro da pandemia, mas situação piora em 31 municípios

Hospital Sara Kubitschek, de Areia Branca (Foto: Luciano Oliveira)

A Secretaria de Saúde de Areia Branca divulgou o boletim epidemiológico desta terça-feira, 19, onde mostra duas pessoas em tratamento domiciliar e o aumento de 14 casos suspeitos de Covid-19 monitorados.

As autoridades sanitárias orientam que é importante manter a vacinação em dia e usar máscara de proteção ao sair de casa.

Apesar da melhora no quadro da pandemia em Areia Branca, em mais de 30 municípios potiguares a situação ainda é preocupante.

Em Senador Elói de Souza, no Agreste potiguar, a prefeitura decretou medidas de isolamento social e suspensão de eventos que impliquem na aglomeração de pessoas por 15 dias, por causa da pandemia da Covid-19.

A medida foi publicada no Diário Oficial dos Municípios desta terça-feira. De acordo com a prefeitura, a decisão foi tomada por causa de um surto e pela identificação de dois casos da variante Delta, confirmados na última sexta-feira, 15.

Senador Elói de Souza, no Agreste potiguar (Foto: Jadeilson Silva)

A secretária de Saúde de Senador Elói de Souza, Alda Lourenço, afirmou que após cinco dias sem qualquer registro, o município começou a registrar novos casos na semana passada e atualmente conta com 11 pacientes confirmados e 7 suspeitos. Em abril, o município chegou a registrar 18 casos em um dia.

Com o decreto municipal, voltam a valer, em Elói de Souza, as regras estabelecidas no decreto 30.419/2021, do governo do estado, que permitiu abertura apenas de estabelecimentos considerados essenciais, inclusive com suspensão de aulas presenciais e cultos religiosos presenciais.

O município tem uma população estimada em cerca de 6,2 mil pessoas. Desde o início da pandemia, até esta segunda (18), a cidade teve 386 casos confirmados e 10 mortes por Covid.

Piora quadro da pandemia em 31 municípios do RN

O acompanhamento semanal da pandemia feito pela Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) apontou piora da situação em cerca de 18% dos municípios potiguares.

De acordo com o estudo de indicador composto finalizado na segunda-feira, 18, 31 municípios tiveram queda na pontuação que vai de 1 a 5.

O indicador reúne diversos fatores como ocupação de leitos, casos ativos e óbitos.

Dos 31 municípios, 22 saíram do escore 1, que é a situação mais confortável, para o escore 2.

Outros oito municípios passaram da pontuação 2 para a 3, já dentro do sinal amarelo, e apenas um saiu do 3 para o 4, sendo o único com esse escore em todo o estado.

31 municípios registraram piora da situação na pandemia em relação à semana anterior (Foto: Sesap/Divulgação)

Segundo a Sesap, a situação é de alerta. “A situação da pandemia ainda é estável em um patamar baixo, mas os indicadores mostram que não é possível relaxar. Temos que manter os cuidados, permanecer usando máscara e as medidas de distanciamento. Não é hora de relaxar”, afirma o secretário de Estado da Saúde Pública, Cipriano Maia.

O gestor ainda reforçou a importância da vacinação dentro dos prazos. “Temos um contingente grande de pessoas com a segunda dose em atraso. Deixamos aqui um apelo para que procurem os postos de vacinação e tomem a vacina, para garantir a imunidade e alcançarmos os índices ideais de proteção”, completou.

Ao todo, o Estado tem 121 municípios que registraram estabilidade na situação da pandemia e outros 15 que tiveram melhora.

O único município com nível 4 – com sinal amarelo – é Vera Cruz. Os que têm escore 3 são: Cruzeta, Goianinha, Itajá, Itaú, João Dias, Lagoa de Velhos, Pedro Velho, Pilões, Santa Cruz, São Tomé e Timbaúba dos Batistas. (Com informações G1 RN).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *