Construção de Centro de Velório e reabertura da Creche Berçário estão entre os pleitos reivindicados por Antônio Carlos

ANTÔNIO CARLOSVereador Antônio Carlos mostra resultado da sua atuação parlamentar no mês passado

Como tem feito desde o início do mandato, o vereador Antônio Carlos de Souza (PBdoB) presta conta da sua atuação parlamentar durante o mês de novembro. Mensalmente o edil faz uma síntese dos requerimentos apresentados na Casa, reivindicando benefícios para o município e a população.

Uma das matérias de iniciativa de Antônio Carlos, que repercutiu no plenário e junto à comunidade, foi a reivindicação endereçada à secretária municipal de Assistência Social, Verônica Campos Pedrosa Bruno, solicitando que seja construído um Centro de Velório no município com toda a estrutura necessária, incluindo salas para o velório e para os familiares do falecido ficarem mais reservados, dois banheiros (masculino e feminino) e uma copa.

Ao justificar o pleito, o vereador disse que pensou primeiramente nas muitas famílias carentes que não dispõem de um local apropriado para realizar velórios, quando necessário.

Outro requerimento importante do vereador Antônio Carlos, também endereçado à secretária municipal de Assistência Social, Verônica Bruno, sugere que no planejamento da secretaria para 2014, seja incluído a reabertura da Creche Beçário, como sendo uma de suas prioridades.

“Ressaltamos que muitas mães precisam trabalhar para ajudar na renda da família, porém não têm com quem deixar seus filhos pequenos com segurança. Daí, a importância de retomar os serviços da Creche Berçário”, justifica Antônio Carlos.

Ainda no mês passado, o edil requereu junto ao setor competente, providência quanto a situação dos esgotos do bairro Nordeste. “Lembramos que essa foi a nossa primeira solicitação feita no primeiro dia de trabalho como vereador desta cidade”, afirmou.

Antônio Carlos também requereu à Secretaria Municipal de Serviços Público, Obras e Urbanismo o isolamento de duas rampas de acesso localizadas na calçada da Fundação de Apoio ao Idoso – Casa do Ancião Rita Fernandes de Souza. “Ressaltamos que as rampas estão sendo muitas vezes utilizadas por ciclistas e motoqueiros que aproveitam da facilidade e sobem a calçada, não respeitando os idosos do abrigo, além dos riscos de causarem sérios acidentes”, concluiu.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *