Com guerra contra apóstolo, programa da Universal fica na vice liderança no Ibope

Com a ‘enésima’ repetição da reportagem sobre o enriquecimento do autodenominado apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, o programa “Fala que Eu Te Escuto”, da Record, atingiu a vice-liderança nesta madrugada.BISPOValdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial, sob ataque da Record e da Universal (Foto: Mastrangelo Reino/Folhapress)

O programa produzido pela Igreja Universal marcou 3,1 pontos de média na Grande São Paulo, empatando com SBT. Treze em cada cem TVs ligadas assistiram ao bispo Clodomir achincalhar ao principal desafeto da Igreja Universal. Com o “Programa do Jô”, a Globo liderou com folga (9,6 pontos de ibope; quatro em cada dez TVs estavam assistindo ao gordinho).

No último domingo, em reportagem de Marcelo Rezende de quase 27 minutos, que, segundo a emissora, demorou quatro meses para ser preparada, a Universal, digo, a Record acusa Santiago de desvio de dinheiro de fiéis para enriquecimento pessoal. Com helicópteros e carros por terra, equipes da emissora cercaram as propriedades do milionário Valdemiro, ouviram vizinhos e especialistas tributários, que apontaram indícios de desvio de mais de 50 milhões de reais para a aquisição de fazendas no Mato Grosso.

Ex-bispo da Universal, Valdemiro foi procurado pela Record, mas se recusou a falar.

Em determinado momento da reportagem, a Record diz que o apóstolo só pode ter ficado milionário e comprado as terras em dinheiro vivo porque o desviou das igrejas. Em outro trecho, para rebater ataques sofridos por seu líder, a emissora defende “Edir Macedo, o dono da Record”. Mas não cita, claro, que esse bispo que também adquiriu e montou a segunda maior emissora do país com dinheiro de origem semelhante à que Valdemiro comprou suas terras: o bolso dos fiéis. (Matéria assinada por Ricardo Feltrin, 48, atual editor e colunista do F5, site de entretenimento da Folha, e também colunista do UOL, onde apresenta o programa Ooops! às terças).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *