Codern consegue água para o seu pessoal, mas terceirizadas estão parando atividades

CODERN OBRAS Falta de água no Porto-Ilha poderá paralisar atividades dos prestadores de serviços da Codern

As terceirizadas que prestam serviços à Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern), no Porto-Ilha de Areia Branca, estão mandando seu pessoal para casa, em virtude da falta de água na ilha artificial em pleno mar aberto, distante 8 milhas, ou 14 quilômetros da costa areia-branquense. O colapso no abastecimento no Terminal Salineiro foi provocado pela queima da bomba do poço que abastece o empreendimento.

Segundo informações colhidas pelo Blog, o drama dos portuários e dos prestadores de serviços que atuam no Terminal Salineiro começou esta semana, quando o poço deixou de funcionar. Como as operações na ilha não podem parar, a Codern conseguiu água fora e vem mantendo o abastecimento regular, mas apenas para seus funcionários. Sem alternativas, as terceirizadas estão desembarcando seu pessoal, até que o problema seja solucionado.

Vale salientar que além dos portuários da Codern, no Porto-Ilha trabalham as pessoas contratadas pelas empresas que formam o Consórcio Areia Branca (CCQ), responsáveis pelas obras de ampliação da ilha.

Não há uma previsão quando o problema no poço será solucionado, pois como toda e qualquer compra efetuada pela Codern, precisa de licitação. Assim, a empresa deverá abrir processo licitatório para compra do novo equipamento que vai substituir o danificado no poço que abastece o terminal.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *