Cláudia Regina poderá levar o DEM para o palanque de Rosalba nas eleições do próximo ano

Rosalba e Cláudia Regina poderão estar juntas na campanha de 2016 (Foto: Reprodução) 
Em entrevista concedida ao NOVO JORNAL, de Natal, no sábado,
12, a ex-prefeita de Mossoró, Cláudia Regina (DEM), afirma que os planos
eleitorais do partido para o município (segundo maior colégio eleitoral do Rio
Grande do Norte) em 2016, ainda não estão definidos. Mas ela não descarta apoio
do partido à ex-governadora Rosalba Ciarlini (PP), apontada como pré-candidata à
prefeitura mossoroense.
Questionada se a legenda já teria um nome próprio à disposição
dos eleitores, Cláudia Regina se limita a dizer que o grupo está trabalhando
para apresentar uma boa alternativa aos eleitores. “Com certeza as alianças se
formarão para fazer o melhor por Mossoró”, pontua.
Quanto a uma possível aliança com Rosalba, ela disse que isso é
um longo processo que vai ser conduzido pelo senador e presidente do partido,
José Agripino.
Rosalba foi considerada elegível recentemente em duas decisões
do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que julgou processos aos quais respondia
por suposto uso da máquina pública na campanha de reeleição da própria Cláudia
Regina, em 2012.
Apesar da parceria entre as duas nas últimas eleições
municipais, Rosalba e o DEM se separaram este ano depois de um distanciamento
que começou em 2014. O partido negou a ela, Rosalba, já acusada de crimes
eleitorais, a oportunidade de tentar a reeleição ao Governo do Estado ano
passado.
Esta ano, a ex-governadora filiou-se ao PP. Na semana passada,
questionada se teria considerado a decisão do DEM uma injustiça, Rosalba
comentou que lamentava apenas o fato de não poder ter apresentado as ações que
vinha desempenhando à frente do Executivo para que o eleitor pudesse fazer sua
avaliação. Sobre os aspectos políticos, ela disse que o assunto é “página
virada”. Rosalba  argumentou ainda que pode ser “candidata a qualquer cargo, mas
primeiro é preciso ouvir o que o povo quer”.
A ex-governadora desequilibra a balança em Mossoró e é apontada
pelas pesquisas prévias como a favorita no pleito de 2016.
O atual prefeito de Mossoró, José Francisco Silveira Júnior
(PSD) é ligado a Robinson e pode tentar se reeleger. À reportagem, no mês
passado, Robinson Faria afirmou que a reeleição do aliado é prioridade em 2016.
Há especulações, entretanto, de que o grupo do governador deve
ir para o lado de Rosalba, caso ela confirme desejo de se candidatar.
Na semana passada, quebrando seu próprio silêncio sobre o
assunto, Silveira Júnior disse que sua candidatura depende da decisão do
governador. Ao mesmo tempo, afirmou ser importante para Robinson como
coeficiente eleitoral.
Silveira Júnior assumiu a prefeitura de Mossoró há um ano e
sete meses, em eleições suplementares realizadas após a cassação de Cláudia
Regina.

Reestruturação
Cassada e inelegível por decisão do Tribunal Regional
Eleitoral, confirmada este ano pelo TSE, Cláudia Regina recebeu de José Agripino
a “missão de reestruturar o Democratas no Rio Grande do Norte”. Ela foi
condenada por crimes eleitorais como abuso de poder econômico, político, além de
compra e captação de votos, entre outros, na campanha de 2012.
“Nós estamos fazendo isso de uma forma mais intensiva nas
regiões Oeste, Alto Oeste e Salineira. É essa nossa missão para 2016: fortalecer
o partido para que cada vez mais espaços possam ser ocupados por prefeitos,
vereadores e vice-prefeitos”, conclui Cláudia Regina. (Com informações
do NOVO JORNAL
).
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *