Cipar e benefícios para setor pesqueiro são temas de encontro com superintendente

PESCA AQUI AGORARonaldo da Pesca, superintendente Marcílio Lucena e o secretário Ari Félix

Na quarta-feira da semana passada, estiveram em Natal o secretário municipal de Agricultura e Pesca, Ari Félix da Silva, e o Coordenador Municipal da Pesca, Ronaldo Sousa, ou Ronaldo da Pesca, como é mais conhecido. Na capital eles foram recebidos pelo superintendente federal da Pesca, Marcilio Lucena, quando voltaram a abordar a implantação do Centro Integrado de Pesca Artesanal (CIPAR) em Areia Branca, além de outros benefícios para o setor pesqueiro do município no decorrer de 2011.

Segundo Ronaldo da Pesca, como resultado da viagem à capital foram renovadas cerca de 50 carteiras de pescadores, bem como algumas permissões de pesca para peixes e lagostas das embarcações pesqueiras aqui de nossa cidade.

Com relação ao Cipar, o Coordenador da Pesca no município se diz otimista quanto a instalação do empreendimento, uma vez que o Ministério da Pesca e Aquicultura já aprovou a implantação do Centro.

Segundo Ronaldo, o projeto terá grande importância para a revitalização do setor pesqueiro local e regional, a partir do polo central, situado em Areia Branca, que vem sofrendo baixas consideráveis.

O Cipar constitui de unidades produtivas integradas e articuladas regionalmente, voltadas ao trabalhador da pesca, com espaços físicos capazes de criar e oferecer condições aos pescadores artesanais para a organização social e desenvolvimento do trabalho e da cadeia produtiva e o envolvimento do processo de formação continuado e profissionalizante, além da inclusão digital.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *