Carnaval de Areia Branca transcorreu em clima de tranquilidade com os blocos, troças e escolas de samba animando os foliões

BLOCO A SOMA LEVOU MULTIDÃO PARA AS RUAS NA SEGUNDA-FEIRA DE CARNAVAL, EM AREIA BRANCABloco “A Soma” levou multidão às ruas da cidade (Foto: Ribamar Dantas / Foto Center)

Em situação de emergência devido ao prolongado período de estiagem que castiga o Estado, a Prefeitura de Areia Branca não realizou Carnaval de rua este ano. Como alternativa, os foliões tiveram os eventos privados e os blocos independentes que desde o dia 8 movimentam a cidade e o litoral, num clima de muita tranquilidade, sem registro de violência.

A folia em Areia Branca foi aberta na sexta-feira, 8, pelo tradicional bloco Pererê, que apesar de ter seu trio elétrico interditado pelo Corpo de Bombeiros, foi às ruas com “paredão” de som com milhares de foliões. À noite, no Ivipanim Clube, houve o Baile da Saudade, coroado de êxito nessa sua 14ª edição. Na Tropical Casa Show, a banda O Rodo, da Bahia, complementou a festa do bloco Pererê.

No sábado, 9, à tarde, o grande destaque foi o bloco “Papangu do Amaral”, troça que cresce a cada ano levando irreverência para as ruas da cidade. À noite, na Tropical Casa Show, a festa ficou por conta do cantor baiano Ricardo Chaves.          Pererê realizou grande “arrrastão” na sexta-feira (Foto: Afrânio Mesquita / Portal Zona Fashion)

O domingo, 10, de Carnaval em Areia Branca foi marcado pelo desfile das escolas de samba Morcegos e Gavião Imperial, além dos blocos dos “ursos” e as “bicharadas”. A prefeita Luana Bruno (PMDB) assistiu o desfile e parabenizou as agremiações carnavalescas pela bonita apresentação.

A segunda-feira, 11, era o dia mais esperado do período festivo, por ser reservado ao bloco “A Soma Dá Mais de 300”. Mas a festa de milhares de foliões foi ofuscada pela interdição, pelo Corpo de Bombeiros, do trio elétrico que puxaria o “arrastão” pelas ruas da cidade.

O bloco “A Soma” é uma tradição do Carnaval local e atrai foliões de diversos estados. Diante da interdição do trio elétrico, a opção foi a multidão acompanhar os “paredões” de som que “arrastaram” os foliões fantasiados pelas ruas da cidade.00          Desfile da escola de samba Morcegos (Foto: Carlos Júnior / Portal Voz de Areia Branca)

Ontem, 12, o movimento mais expressivo na cidade ficou por conta do bloco Salientes, que saiu às ruas e ainda brindou os seus foliões com uma grande festa em ambiente fechado. Em São Cristóvão, um dos mais tradicionais e irreverentes blocos da região, o Mulheres de Areia, que este ano comemora seus 22 anos, manteve a tradição de levar às ruas da vila-praia homens vestidos de mulher e as mulheres de homem. À noite, a banda Cavalo de Aço encerrou a programação carnavalesca da Tropical Casa Show.

Nesta quarta-feira, 13, ainda tem folia em Areia Branca. Pela manhã, é a vez do bloco Vadios da Quarta e à tarde, acontece mais um “Mela-Mel”, o Carnaval dos lambuzados que leva uma multidão à vila-praia de Ponta do Mel.          “Papangu do Amaral” fez a festa nas ruas, no sábado (Foto: Afrânio Mesquita / Portal Zona Fashion)

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *