Campanha recolhe lixo eletrônico em Natal e Mossoró na Semana do Meio Ambiente

Ecopontos estão localizados nas lojas Miranda em Natal e no Partage Shopping Mossoró (Foto: Divulgação)

Até a próxima sexta-feira, 7, a Miranda, a Natal Reciclagem e a J. Patrício Metais (em Mossoró) estão unidas na Semana do Meio Ambiente para conscientizar e atuar com recolhimento de lixo eletrônico em Natal e Mossoró. Equipamentos em desuso ou quebrados, acumulados em casa, podem ser descartados pela população nos ecopontos localizados nas lojas Miranda da Avenida Prudente de Morais, em Natal, e na Miranda do Partage Shopping Mossoró. A empresa que é a maior rede do estado em comercialização de eletrônicos, já promove a campanha desde 2011, já arrecadou mais de 11 toneladas de lixo eletrônico e recebe também o apoio da Prefeitura do Natal.

Todos os equipamentos eletrônicos que chegam ao Ecoponto são destinados às empresas licenciadas e passam pelo processo de manufatura reversa, ou seja, são descaracterizados, destruídos, desmontados e separados os plásticos, partes metálicas, fiação e placas de circuitos impressas. Os resíduos são prensados e enviados para as respectivas indústrias de processamento final devidamente licenciada para tal finalidade. O objetivo é garantir que esses resíduos tenham um destino ambientalmente adequado e evitar seu descarte em locais inapropriados.

Para o empresário Afrânio Miranda, diretor administrativo da Miranda, o lixo eletrônico tem sido um dos maiores problemas da atualidade não só pela falta de local adequado para descartá-lo, mas também pelos danos sérios que ele pode oferecer à saúde e ao meio ambiente. “O nosso objetivo com esta campanha é alertar a população para que evitem acumular em casa esse tipo de lixo e dar oportunidade para que as pessoas possam se livrar desses equipamentos antigos, quebrados ou em desuso”, explica.

Segundo a agência das Nações Unidas, as substâncias produzidas pelo lixo eletrônico acumulado podem causar prejuízos à saúde que incluem redução da inteligência, déficit de atenção, problemas no pulmão e câncer. “Existem materiais como chumbo, mercúrio, cádmio, zinco nesses eletrônicos que podem ser uma fonte contaminante a longo prazo se não forem reciclados de forma adequada. Nos últimos anos, as pessoas criaram o hábito de armazenar monitores velhos, mouses, celulares antigos, CD`s e outros equipamentos eletrônicos sem uso em casa ou misturando junto ao lixo comum”, afirma Afrânio Miranda. De acordo com ele, os equipamentos mais perigosos são as placas de circuitos, pilhas, baterias, tonners, cartucho de tinta, tubo de monitores e TV. O relatório da Global E-waste Monitor 2017, mostra que o Brasil é o segundo maior produtor de lixo eletrônico das Américas, ficando atrás somente dos EUA. Para se ter uma noção em 2016, foram gerados 44,7 milhões de toneladas métricas de lixo eletrônico no mundo, sendo 1,5 milhão somente no Brasil.

Material arrecadado

Nesta campanha, serão recebidos: celulares, carregadores, notebooks, nobreaks, estabilizadores, tablets, CPU, monitores, TVs, impressoras, modem, CD-ROM, telefones, DVD, vídeo cassete, radio, caixas de som, relógios, liquidificadores, secadores, pendrives, fios, cabos elétricos, fones de ouvido, teclados, mouses, controle remoto, câmeras fotográfica, retroprojetores, placas de circuitos, conectores, gravadores, scanners, swith, ipods, mp3, calculadoras, lanternas, auto falantes, antenas, receptores, webcam, microfones. Exceção: TV tubo, monitor tubo e lâmpadas.

Danos à saúde

Confira abaixo os principais efeitos ao organismo causados por elementos e substâncias nocivas presente nesses equipamentos:

Chumbo: Causa danos ao sistema nervoso e sanguíneo

Onde é usado: Computador, celular, televisão

Mercúrio: Causa danos cerebrais e ao fígado
Onde é usado: Computador, monitor e TV de tela plana

Cádmio: Causa envenenamento, danos aos ossos, rins e pulmões
Onde é usado: Computador, monitores de tubo antigos, baterias de laptops

Arsênico: Causa doenças de pele, prejudica o sistema nervoso e pode causar câncer no pulmão
Onde é usado: Celular

PVC: Se queimado e inalado, pode causar problemas respiratórios
Onde é usado: Em fios, para isolar corrente

Belírio: Causa câncer no pulmão
Onde é usado: Computador, celular

Retardantes de chamas (BRT): Causam desordens hormonais, nervosas e reprodutivas
Onde é usado: Diversos componentes eletrônicos, para prevenir incêndios

Fonte: Ministério do Meio Ambiente

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *