Câmara dos Deputados mantém coligação nas eleições proporcionais para deputados e vereadores

Deputados ainda vão analisar duração dos mandatos (Foto: Divulgação)
A Câmara dos Deputados decidiu nesta quinta-feira, 28, manter a
coligação entre partidos nas eleições proporcionais, quando são escolhidos
deputados federais, deputados estaduais e vereadores. 
Os deputados rejeitaram a
proposta de permitir a aliança entre partidos somente nas eleições majoritárias-
para presidente da República, governador e prefeito.
A votação foi parte da série de sessões iniciada nesta semana, destinada a
analisar a proposta de emenda à Constituição da reforma política. Por decisão
dos líderes partidários, cada ponto da PEC, como o fim da reeleição, será votado
individualmente, com necessidade de 308 votos para a aprovação de cada item. Ao
final, todo o teor da proposta de reforma política será votado em segundo turno.
Se aprovada, a PEC seguirá para análise do Senado.
Na sessão desta quinta, antes de optar pela manutenção das coligações, a
Câmara decidiu para segunda semana de junho a análise de três itens da reforma:
duração dos mandatos de cargos eletivos, coincidência das eleições municipais e
federais e cota para mulheres.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *