Caern retoma abastecimento de água em Equador por causa das últimas chuvas

Cidade de Equador volta a ser abastecida em sistema de rodízio (Foto: Reprodução)
A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern)
retomou o abastecimento de água da cidade de Equador, na região seridoense,
neste fim de semana, quando o açude Mamão registrou um aumento de 35% no seu
volume de água. Desde que entrou em colapso, há quase dois meses, a cidade vinha
sendo abastecida precariamente com carro-pipa vindo de Natal, sob a
responsabilidade do Exercito e Defesa Civil da Prefeitura de Equador. Agora a
empresa volta a fornecer água para cerca de 1.500 famílias, em forma de rodízio
a cada 24h para os bairros José Marcelino, Dinarte Mariz e Cohab, prolongando o
tempo de permanência do produto enquanto aguarda mais chuvas na região.
Com o aumento no volume de água no açude Mamão, a Caern
reinicia os serviços de captação, tratamento, bombeamento e distribuição do
produto diretamente nos imóveis. Dessa forma, o faturamento, que estava suspenso
desde o colapso, é reativado com geração das contas de consumo emitidas
mensalmente. De acordo com levantamento feito pelo chefe do Escritório local,
Pablo Roberto Primo Diniz, a Caern está distribuindo o equivalente a 40 mil
litros de água por hora, em dias alternados.

Rodízio
O bairro José Marcelino vai receber água em dias alternados,
começando às 5h da manhã de segunda-feira até 5h da terça, seguindo-se nos
demais dias quarta, sexta e domingo. No bairro Dinarte Mariz, o abastecimento
também será alternado a cada 24h começando às 22h da segunda feira até 22h da
terça, prosseguindo no mesmo horário na quarta, sexta e domingo. O terceiro
bairro é Cohab que vai receber água nas terças, quintas e aos sábados a partir
das 5h da manhã, durante 24h e nos demais dias da semana.
Pablo explica que a distribuição da água nos finais de semana
será controlada com manômetro (aparelho que mede a pressão da água nos tubos), a
fim de evitar desperdício e vazamentos nas canalizações.

Com a recuperação do fornecimento de água em Equador, o número
de cidades em colapso no Rio Grande do Norte cai para 16, sendo 12 no Alto Oeste
e quatro no Seridó. Já as 75 cidades que estão recebendo água em forma de
rodízio, localizadas na região Alto Oeste do Estado (22), na região Agreste(11),
na região Central (12), no Oeste (13) e no Seridó (17). A Caern recomenda aos
usuários da empresa para continuem economizando água, enquanto renova a
expectativa de mais chuvas para superar a maior crise hídrica dos últimos 100
anos. (Com informações ACS
Caern
). 
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *