Audiência pública do Ibama em Areia Branca deverá reunir cerca de 800 participantes

GINÁSIOEvento reunirá convidados de cidades do RN e do Ceará no interior da praça poliespotiva

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) realiza neste sábado, aqui em Areia Branca, uma audiência pública para discutir o Estudo e o respectivo Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), documentos distintos que servem como instrumento de Avaliação de Impacto Ambiental, parte integrante do processo de licenciamento para a campanha de perfuração de quatro poços verticais na parte offshore da bacia potiguar.

O evento será no Ginásio Poliesportivo Professora Rosário Cabral, a partir das 10h . Além de Areia Branca, o Ibama convidou diversos municípios da região e do Estado do Ceará para participar da audiência pública de hoje.

Cerca de 800 participantes, incluindo  representantes do poder público, órgãos ambientais e instituições, são esperados na audiência. Também são esperados habitantes de municípios do RN e do Ceará, como Areia Branca, Caiçara do Norte, Galinhos, Guamaré e Macau, no RN, e Paracuru, Beberibe, Aquiraz, Icapuí (CE).

Os blocos estão a cerca de  41,5 km da costa do Estado, com profundidade entre 50 metros e 2.500 metros. O poço mais longo alcançará uma profundidade final de 5.220 metros. A Petrobras é operadora dos blocos com 60% e 80% de participação, respectivamente.

O evento é realizado pelo Ibama, com a parceria da Petrobras e da Prefeitura de Areia Branca.

Petrobras

A Petrobras revelou que poderá investir algo em torno de R$ 100 milhões para buscar petróleo e gás em águas profundas no Rio Grande do Norte, onde pretende perfurar um poço este ano como uma das investidas para reforçar a produção, em declínio principalmente para o gás.

A cifra é semelhante a que, segundo o jornal O Povo, de Fortaleza (CE), a companhia vai desembolsar em projeto parecido no Ceará. No caso do RN, a perspectiva é que  a campanha exploratória tenha início no segundo semestre de 2011.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *