Atividade turística do Polo Costa Branca foi tema de reunião na cidade de Mossoró

Encontro reuniu segmentos da área do turismo da região (Foto: Gildo Bento)
Durante todo o dia de ontem, 16, os principais agentes
realizadores do turismo da região participaram da 30ª reunião ordinária do Polo
de Turismo Costa Branca, além da apresentação da metodologia para a apresentação
do Plano Estratégico e Marketing Turístico do Rio Grande do Norte. O encontro
foi realizado no Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas
(Sebrae) em Mossoró, e foi coordenado pela subsecretária de Turismo do RN, Carla
Portela, e contou com a participação do secretário municipal de Desenvolvimento
Econômico, Trabalho, Agricultura e Turismo, Renato Fernandes.
“Uma das exigências do Ministério do Turismo é a regionalização
da atividade de forma participativa e contínua. Então desde o ano passado nós
retomamos a regularidade dessas reuniões como forma de chegar perto dos
municípios, trocar ideias com o setor privado e instituições de ensino para
fortalecer a política desta atividade econômica nos 5 polos de turismo que temos
no estado. Estamos buscando esta integração da nossa secretaria, que fica em
Natal, com esses polos de turismo que ficam espalhados pelo interior do estado”,
destacou Carla Portela, subsecretária de Turismo do RN.
Em relação às oficinas desenvolvidas pela empresa “Solimar
International” o objetivo foi reunir os principais interessados no
desenvolvimento turístico do polo da Costa Branca para debater pontos como a
priorização das atrações que são mais competitivas para o polo; identificar e
avaliar os grupos turísticos mais adequados para o polo; discutir os desafios e
oportunidades mais importantes do polo para alavancar um desenvolvimento
turístico sustentável em curto prazo; e rever a visão estratégica que irá a
competitividade e sustentabilidade turística do polo.
“São ótimas oportunidades para que nós, que integramos o polo
da Costa Branca, possamos destacar a nossa potencialidade turística. Eu não
acredito no desenvolvimento sem turismo e não acredito em turismo sem
interiorização. Nós precisamos quebrar esse paradigma que o RN se encerra na
Reta Tabajara. Nosso polo possui 10 municípios com equipamentos turísticos,
sejam naturais ou elaborados, e nós desejamos integrar esses municípios com suas
potencialidades de turismo de aventura, religioso ou de eventos”, apontou Renato
Fernandes secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho,
Agricultura e Turismo.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *