Assembleia de eleição nesta quarta-feira definirá a nova composição do Conselho Municipal de Habitação Popular

VERÔNICA E LUANA BRUNO, FESTA_thumb[1]Secretária Verônica Pedrosa e Luana Bruno trabalham o fortalecimento das políticas públicas voltadas a habitação  

A Prefeitura de Areia Branca, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizará nesta quarta-feira, 14, eleição para escolha da nova composição do Conselho Municipal de Habitação Popular.

O processo eleitoral, que é regido por Edital de Convocação, acontecerá das 9h às 11h30, na sede da Secretaria Municipal de Assistência Social.

Serão eleitos 8 representantes da sociedade civil, sendo 2 da Associação de Moradores da Zona Urbana, 2 da Associação de Moradores da Zona Rural, 2 de instituições de fins filantrópicos, e 2 representantes da Construção Civil ou órgão de classe.

Já estão definidos para compor o Conselho, os representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Klinter Luiz de Araújo; da Câmara Municipal, vereadores Antônio Luiz Neto, “Tonho da Cohab”, e José Nazareno de Lemos; Igreja/Obras Sociais Dom Bosco (OSDB), Danielle Mendonça e Thomas Magnum; do governo municipal, representantes das secretarias de Assistência Social, Serviços Públicos e Gerência Executiva de Habitação Popular.

O Conselho Municipal de Habitação Popular é o órgão colegiado responsável por deliberar sobre as diretrizes, estratégias e prioridades da Política Habitacional de Interesse Social de Areia Branca. Entre suas principais competências destacam-se, também, acompanhar e avaliar a gestão econômica, social e financeira dos recursos e o desempenho dos programas e projetos executados pelo município.

Para a prefeita Luana Bruno (PMDB), o Conselho desempenha um importante papel no tocante a participação da sociedade nas políticas públicas voltadas a habitação. “O Conselho é um instrumento de gestão democrática de fundamental importância para a nossa gestão, principalmente no tocante à criação e organização de propostas que diretamente irão beneficiar famílias que estão inseridas nos nossos projetos habitacionais que objetivam garantir o direito à moradia para famílias que mais necessitam”, disse.

Para reforçar as propostas da atual administração para o setor, a Gerência Executiva de Habitação, por meio do seu gerente interino, Ubiraci Seixas, está priorizando no período a regulamentação fundiária e programas de habitação e interesse social.

Sobre o programa de regulamentação fundiária, Ubiraci Seixas informa que há 20 títulos de posse prontos para serem entregues e outros 50 títulos que deverão ser entregues ainda este ano. Já as ações de interesse social contemplam 75 famílias, beneficiadas pelo Programa Moradia Temporária.

Foto: Jailton Rodrigues

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *