Arma que matou estudante na tarde de hoje foi jogada no rio, revelou o menor que estava com a vítima no momento do disparo acidental

539187Os moradores do conjunto residencial Pastor Jocelino Cavalcante estão chocados com a morte do estudante Luiz Paulo, 15 anos, fato ocorrido por volta das 18h30 desta terça-feira, 30, vítima de um disparo acidental. Na hora da tragédia o estudante estava em companhia de um amigo, também menor de idade, de iniciais S.B.A., 17 anos, que segundo informações mora na rua Cel. Solon, centro, próximo ao Estaleiro Hernave.

De acordo com informações colhidas na Delegacia de Polícia local, no momento do ocorrido Luiz Paulo estava na casa do amigo. Levado para o Hospital Sara Kubitschek às pressas e deste transferido para Mossoró, o estudante não resistiu ao ferimento e veio a óbito.

Luiz Paulo, vítima de disparo acidental (foto cedida pela família) 

Acionada, a polícia procurou o menor S.B.A., que relatou detalhes do ocorrido, mas até então não se sabia o paradeiro da arma que teria disparado acidentalmente, matando Luiz Paulo. Só depois da insistência da polícia foi que o menor disse que assustado com o fato, tinha jogado o revólver no rio que passa próximo de onde teria acontecido a tragédia.

O menor S.B.A. foi detido na Delegacia de Polícia para os procedimentos de praxe. Pelo fato de ser menor de idade, o Conselho Tutelar foi chamado para acompanhar o caso.

Aluno da Escola Estadual Dagmar Sabino, Luiz Paulo era filho do funcionário da Cimsal, Luiz Paulo do Vale, e de Ana Paula Alves do Vale. Tinha duas irmãs, Ana Cristina e Ana Priscila, de 17 e 19 anos, respectivamente.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *