Aldo Dantas reforça pedido para Governo do Estado instalar uma Central do Cidadão em Areia Branca

Deputado Souza já ouviu de Aldo Dantas sobre a importância do pleito para a região (Foto: Jailton Rodrigues)
Na retomada dos trabalhos na Câmara Municipal de Areia Branca,
neste mês de fevereiro, o vereador Aldo Dantas (PMDB) renovou proposição de sua
autoria na qual solicita ao Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual
do Trabalho e Assistência Social (Sethas), a instalação de uma unidade da
Central do Cidadão nesta cidade.
O pleito foi endereçado também ao deputado estadual Manoel
Cunha Neto, “Souza” (PHS), com quem o vereador Aldo Dantas já conversou
pessoalmente sobre a reivindicação, pedindo o empenho do parlamentar junto ao
Governo do Estado para que Areia Branca seja contemplada com uma unidade do
programa Central do Cidadão.
No plenário da Câmara, dias passados, Aldo Dantas voltou a
enfatizar que esse é um pleito que ele defende faz algum tempo e acredita que
com o apoio dos demais vereadores e com o empenho do deputado Souza, é possível
torná-lo realidade.
O autor da proposta da Central do Cidadão afirmou que vai
voltar a se reunir com o deputado Souza para reafirmar os fundamentos da sua
reivindicação, baseado no fato de Areia Branca estar crescendo e cada dia
necessita mais dos serviços de um órgão como a Central do Cidadão.
Para reforçar seu pleito, Aldo Dantas disse que Areia Branca
recebe diariamente um grande número de pessoas vindas de municípios vizinhos
como Grossos, Porto do Mangue e Serra do Mel, que com certeza seriam
beneficiados com os atendimentos da unidade local da Central do Cidadão.
“Temos acompanhado a rotina das pessoas que necessariamente se
deslocam para Mossoró em busca dos serviços oferecidos pela Central do Cidadão,
muitas vezes para tratar de coisas simples, que findam implicando em perda de
tempo, gastos e outros inconvenientes. Com a nossa própria Central do Cidadão,
problemas dessa natureza deixarão de existe para os areia-branquenses e para os
nossos vizinhos da Costa Branca”, reafirmou Aldo Dantas.
Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *