Vereador tenta audiência com Rosalba para reivindicar instalação da Central do Cidadão

ALDO DANTAS COBRA CENTRAL DO CIDADÃODepois do Restaurante Popular, Aldo Dantas luta pela Central do  Cidadão

A necessidade de instalação de uma Central do Cidadão em Areia Branca, pelo Governo do Estado, que vem sendo mostrada nos últimos dias pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Aldo de Oliveira Dantas (PMDB), tem repercutido junto à população. Diante disso, o autor da proposta se diz motivado a intensificar a luta em defesa do pleito.

Para isso, Aldo Dantas está tentando marcar uma audiência com a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) para mostrar os fundamentos da sua reivindicação, baseado no fato de Areia Branca estar crescendo e cada dia necessitar mais dos serviços de um órgão como a Central do Cidadão.

Ele considera ainda que a cidade recebe diariamente um grande número de pessoas vindas dos municípios de Grossos, Porto do Mangue e Serra do Mel, que com certeza seriam beneficiadas com os atendimentos da unidade local da Central do Cidadão.

Segundo o vereador, a maior dificuldade no momento é falar diretamente com a governadora para expor a sua reivindicação, mas quando isso ocorrer, ele acredita que o seu pedido será acatado, considerando que ela tem um compromisso com Areia Branca, pois, além de ter sido muito bem votada no município nas eleições passadas, tem uma ligação próxima com a Areia Branca, de forma que trazendo a Central do Cidadão para esta cidade ela estará retribuindo o carinho que tem recebido dos areia-branquenses.

Atualmente, Aldo Dantas tem utilizado os meios de comunicação da cidade, principalmente o rádio, para explicar ao povo a importância de uma Central do Cidadão. “Temos acompanhado a rotina das pessoas que necessariamente se deslocam para Mossoró em busca dos serviços oferecidos pela Central do Cidadão da vizinha cidade para resolver questões mais complexas e às vezes coisas simples, que findam implicando em perda de tempo, gastos e outros inconvenientes”, observa. (Matéria completa sobre o assunto no jornal O Mossoroense desta sexta-feira, 27/05/2011).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *