Viradouro é a campeã do Carnaval 2020 do Rio; Mangueira ficou na 6ª colocação

Guardiãs do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeiras da Viradouro (Foto: Marcelo Brandt/G1)

A Viradouro é a grande campeã do Carnaval 2020 do Rio de Janeiro, após 23 anos de jejum. União da Ilha e Estácio de Sá foram rebaixadas.

O enredo “Viradouro de alma lavada” falou sobre o grupo das Ganhadeiras de Itaupã, quinta geração de mulheres que lavavam roupa na Lagoa do Abaeté e faziam outros serviços em Salvador em busca da compra de sua alforria.

“[Os carnavalescos] Marcos e Tarcísio corresponderam, conseguiram nos trazer o enredo, dentro de algumas opções. Quando a gente viu esse enredo, a gente se apaixonou, uma história representativa, uma história muito bonita, que nos honrou muito fazer. Tenho certeza que está em festa Itapoã, a Bahia está em festa,” disse o presidente da Viradouro, Marcelo Calil, que também chamou atenção para a renovação dentro da escola desde 2016.

Viradouro recebe troféu de campeã do carnaval 2020 (Foto: Marcos Serra Lima / G1)

Muito emocionado, o carnavalesco Marcus Ferreira dedicou à família e à diretoria, em entrevista à TV Globo. “Em 2017 ganhei um carnaval e não puder estar no Império Serrano no grupo especial”, lembrou. Em prantos, Tarcísio Zanon preferiu não falar imediatamente após o anúncio do título.

A escola contou com apoio de R$ 2,5 milhões da Prefeitura de Niterói. Em nota, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, comemorou o título e disse que o investimento nas agremiações da cidade gera emprego, renda e movimenta a economia.

Quesito a quesito

A Grande Rio liderou a disputa até o 7º quesito, de Mestre-sala e Porta-Bandeira. A partir deste momento, a Viradouro assumiu o primeiro lugar e levou o troféu.

Trajetória no carnaval

Este é o segundo título da Viradouro. A escola de Niterói foi campeã do Grupo Especial do Rio em 1997. Ela ficou anos na Série A. No ano passado, ela foi vice-campeã com um enredo sobre histórias encantadas.

Já a Mangueira, campeã de 2019, ficou na 6ª colocação no carnaval deste ano.

Ranking de títulos no carnaval

Com a vitória neste ano, a Viradouro chegou ao seu 2º título no carnaval do Rio de Janeiro, empatando com Unidos da Capela. A Portela é a maior vencedora, com 22 títulos, seguida da Mangueira, com 20 títulos.

O desfile mostrou as atividades que as Ganhadeiras exerciam: lavar roupa, carregar e vender água, cozinhar e vender alimentos, costurar, vender bugigangas etc.

Alá da mercação retrata escravos que vendiam temperos e alimentos no centro de Salvador (Foto: Marcelo Brandt/G1)

Essas mulheres foram exaltadas no desfile como as “primeiras feministas do Brasil”, pela força que tiveram para ir atrás da liberdade e pela importância para a cultura da Bahia.

Foi o primeiro desfile do casal carnavalescos Marcus Ferreira e Tarcisio Zanon juntos na Viradouro.

A cantora Margareth Menezes desfilou como destaque do carro que lembrou as cirandas de roda à beira do mar aberto, uma contribuição das Ganhadeiras à música baiana.

Unidos do Viradouro: Raissa Machado desfila na Sapucaí (Foto: Daniel Pinheiro/AgNews)

A rainha de bateria, Raissa Machado, pelo sétimo ano na Viradouro, vestiu uma fantasia em homenagem à rainha dos Malês, Luiza Mahin, uma das lideranças da revolta pela libertação dos escravos em Salvador.

O grupo de encerramento se chamava “Lute como uma mulher!”, e levou mulheres negras ligadas à pauta feminista para a avenida. (Com informações G1).

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: O conteúdo está protegido !!