Pastora e advogada Damares Alves irá comandar Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos

Bolsonaro já dava sinais que escolheria Damares Alves para o comando da pasta (Foto: Reprodução)

A pastora e advogada Damares Alves foi confirmada na chefia do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. O anúncio foi feito pelo ministro extraordinário e coordenador da equipe de transição do governo, Onyx Lorenzoni, na tarde desta quinta-feira, 6. A pasta, ainda segundo o ministro, deve ficar responsável pela Fundação Nacional do Índio (Funai).

Damares é assessora lotada no gabinete do senador e candidato derrotado à reeleição Magno Malta (PR-ES), um dos políticos mais próximos do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na campanha, que esperava um convite para compor o primeiro escalão.

Até agora, Bolsonaro já anunciou 21 ministros. Na campanha, ele dizia que faria um governo com apenas 15 pastas. O número de ministérios pode, no entanto, chegar a pelo menos 22.

O presidente eleito deve ainda anunciar o escolhido para o Meio Ambiente. Bolsonaro ainda analisa se mantém como ministérios Trabalho e Indústria e Comércio. (Com informações Estadão Conteúdo).

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *