“A luta pela adutora está prestes a ter um desfecho vitorioso”, disse Souza em visita a Baraúna

Souza (centro) teve recepção calorosa em Baraúna, no domingo

Com o processo de licitação concluído, falta apenas o Governo do Estado anunciar a data de assinatura da ordem de serviço para o início da construção da adutora que vai acabar com o problema de abastecimento nas comunidades de Juremal, Campestre e Vertentes, no município de Baraúna.

A boa notícia já confirmada pelo governo, por meio do secretário extraordinário de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, ao deputado estadual Manoel Cunha Neto, “Souza” (PHS), foi ratificada pelo parlamentar durante visita a Baraúna, no domingo, 8.

Durante a vista, Souza conversou com comunitários e políticos locais. Ele lembrou a luta que começou no início do seu mandato, em 2015, pela adutora Campestre-Juremal-Vertentes. “Em breve a obra será iniciada, dentro do Programa RN Sustentável”, disse em tom de otimismo.

Ao anunciar a construção da adutora que beneficiará as três comunidades rurais, Souza afirmou que a obra é de grande importância para Baraúna. O benefício é fruto de um requerimento do deputado  aprovado na Assembleia Legislativa, por meio do qual o governo estadual autorizou a liberação de recursos da ordem de R$ 8 milhões para a implantação da adutora.

Vale ressaltar o empenho do deputado Souza para a conquista da adutora que atenderá a zona rural de Baraúna. Foram várias audiências com secretárias estaduais e com o presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), engenheiro Marcelo Toscano. “A luta que começou no início do nosso mandato, em 2015, está prestes a ter um desfecho vitorioso. As comunidades de Campestre, Juremal e Vertentes, em Baraúna, vão ganhar sua adutora”, declarou o parlamentar, acrescentando que essa importante adutora levará água a mais de cinco mil pessoas, num investimento próximo a R$ 8 milhões.

Fotos: Divulgação

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *