Rebeca Melo alerta que animais soltos em áreas urbanas representam perigo constante

Rebeca Melo leva à discussão mais um importante tema de interesse coletivo (Foto: Reprodução/TV Legislativa)

A morte trágica do estudante Leonardo Mendonça, que faleceu recentemente ao desviar a moto que conduzia de um animal na BR-110 e colidir com um veículo que passava no local, reacendeu a discussão na Câmara Municipal de Areia Branca sobre a problemática de animais soltos na zona urbana da cidade.

Sobre o assunto, a vereadora Rebeca Melo (Podemos) disse que o acidente fatal com o estudante de Pedrinhas, bairro de Areia Branca, ilustra a triste realidade das famílias que perdem entes queridos em acidentes automobilísticos causados por animais que perambulam livremente pelas ruas e rodovias.

Para a vereadora, é necessário a adoção de medidas urgentes, por parte do Executivo municipal, no sentido de retirar os animais soltos da área urbana de Areia Branca. “O aumento de animais soltos pelas ruas da cidade está causando enorme preocupação, diante dos transtornos e prejuízos que já causaram e riscos de novos acidentes”, alertou Rebeca.

Ela disse ainda, que tem observado caprinos, cavalos e cachorros soltos em vias públicas, e isto causa um grande transtorno, podendo causar acidades constantes.

A vereadora disse reconhecer que em Areia Branca a responsabilidade de retirar os animais das vias não é de competência única da prefeitura, visto que a rodovia federal BR-110 avança mais de dois quilômetros no perímetro urbano da cidade. “Nesse caso, o órgão competente do município deve entrar em entendimento com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para dividir tarefas, fazendo o recolhimento desses animais, para evitar transtornos, sem contar que eles acabam revirando lixeiras, deixando tudo espalhado, aumentando a sujeira nas ruas e calçadas”, concluiu Rebeca.

Print Friendly

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *