Prefeita emite nota de pesar pelo falecimento do Dr. Zé Leite e se solidariza com familiares

Prefeita Iraneide prestou solidariedade à viúva Geruzia e à filha Cinthya (Foto: Assessoria de Comunicação/PMAB) 

A prefeita de Areia Branca, Iraneide Rebouças (PSD), alterou sua agenda neste domingo, 16, para prestar solidariedade aos familiares do odontólogo José dos Santos Brasil Leite, que faleceu na madrugada deste domingo.

Dr. Zé Leite, como era mais conhecido, morreu aos 85 anos de idade. Há dias o mesmo estava internado no Hospital Wilson Rosado, em Mossoró, com complicações no seu estado de saúde.

Ao saber da notícia da morte do odontólogo, a prefeita Iraneide emitiu nota de profundo pesar se solidarizando com seus familiares e ratificando voto de pesar pela grande perda e agradecimentos pela dedicação e trabalho prestados por Dr. Zé Leite a Areia Branca. Igualmente se manifestou o ex-prefeito e médico José Alfredo Rebouças, marido da prefeita.

Zé leite, esposa Geruzia e os filhos Diego, Cinthya e Cássio (Foto: Arquivo pessoal)

O odontólogo nasceu no dia 1º de setembro de 1934, em Areia Branca, mais precisamente na rua Deputado Manoel Avelino, próximo ao imóvel onde está instalada a Rádio Costa Branca (FM 104,3). Era membro da Loja Maçônica Coronel Fausto.

Apaixonado por sua cidade natal, Zé Leite deixou parte dos seus conhecimentos sobre personalidades que se destacaram como políticos, empresários e profissionais liberais registrado no livro “100 livros para cem amigos”, lançado em junho de 2018.

Jornalista Carlos Santos autografando para Zé Leite exemplar do seu livro “Só Rindo 2 – A política do bom humor do palanque aos bastidores”, lançado em Areia Branca em julho de 2011 (Foto: Reprodução)

Dr. Zé Leite deixa esposa, Geruzia Leite e os filhos Cássio, Diego e Cinthya, além de três netos. Seu corpo foi velado na Loja Maçônica 24 de Junho, em Mossoró. O sepultamento ocorreu a partir das 16h, no Cemitério São Sebastião, na vizinha cidade.

Zé Leite (camisa listrada) num bate papo amistoso com os empresários Medeiros Maia, Haroldo Motta e Carlos Soares, em abril de 2010 (Foto: Reprodução)
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *