Jéssica honra o mestre e o apelido “Bate-Estaca”, nocauteia Rose e conquista cinturão do UFC

Jéssica Bate-Estaca chora ao receber o cinturão (Foto: Buda Mendes/Zuffa LLC/Getty Images)

Jéssica “Bate-Estaca” Andrade salvou a noite brasileira no UFC Rio no sábado, 11, ao vencer a norte-americana Rose Namajunas por nocaute e se sagrar campeã do peso-palha da organização. Nos outros duelos, os lutadores verde e amarelos saíram derrotados. Anderson Silva se lesionou ainda no primeiro round contra Jared Cannonier e José Aldo perdeu por decisão unânime para Alexander Volkanovski. Além deles, Thiago Alves e Bethe Correia também perderam nas cinco principais lutas da noite.

A brasileira precisou superar um primeiro round ruim para conquistar o cinturão dos palhas. Depois de levar um konckdown e quase ser finalizada com uma guilhotina, a paranaense nocauteou Rose Namajunas no segundo round em uma queda para vencer a luta principal da noite no Rio de Janeiro.

“Eu estou muito feliz, mas esse cinturão aqui é deste cara aqui, porque sem ele, eu não teria chegado aqui hoje. Se ele não tivesse montado uma academia na sala da mãe dele há 10 anos, eu não estaria aqui. Então esse cinturão é mais dele, do meu mestre”, diz Jéssica Andrade, homenageando seu mestre, Gilliard Paraná. Ela falou da estratégia: “Eu vim muito consciente no segundo round, que ela estava mais lenta, que eu poderia nocautear. Eu consegui nocautear, que eu consegui dar um bate-estaca – eu nunca consegui um bate-estaca, finalmente saiu”.

Jéssica Bate-Estaca nocauteou Namajunas fazendo jus ao apelido (Foto: André Durão)

Agora, o Brasil tem três cinturões na organização, todos no feminino. Das quatro categorias, apenas o peso-mosca não é dominado pelas atletas verde e amarelas. Além de Jéssica no palha, Amanda Nunes detém o título tanto do peso-galo quanto do peso-pena.

Resultados completos do card principal

Jéssica Bate-Estaca venceu Rose Namajunas por nocaute aos 2m58s do R2

Jared Cannonier venceu Anderson Silva por nocaute técnico aos 4m47s do R1

Alexander Volkanovski venceu José Aldo por decisão unânime (triplo 30-27)

Laureano Staropoli venceu Thiago Pitbull por decisão unânime (30-27, 30-27, 29-28)

Irene Aldana venceu Bethe Correia por finalização aos 3m24s do R3

Resultados completos do card preliminar

Ryan Spann venceu Rogério Minotouro por nocaute aos 2m07s do R1

Thiago Moisés venceu Kurt Holobaugh por decisão unânime (30-26, 30-26, 30-27)

Warlley Alves venceu Sérgio Moraes por nocaute aos 4m13s do R3

Clay Guida venceu BJ Penn por decisão unânime (29-28, 29-28, 29-27)

Luana Dread venceu Priscila Pedrita por decisão unânime (30-26, 30-26, 29-27)

Raoni Barcelos venceu Carlos Huachin por nocaute técnico aos 4m49s do R2

Viviane Araújo venceu Talita Bernardo por nocaute aos 48s do R3

Com informações Destak Jornal/SporTV/Combate
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *