Deputado Dr. Bernardo se une à prefeita Iraneide pelo retorno da perícia médica para o município

Dr. Bernardo reforça luta da prefeita Iraneide (Foto: Assessoria de Comunicação – PMAB) 

Atendendo a uma reivindicação da prefeita Iraneide Rebouças (PSD), o deputado estadual Dr. Bernardo Amorim (Avante) requereu à presidência da Assembleia Legislativa para que seja encaminhado ofício ao chefe da Seção de Saúde do Trabalhador do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Francisco Almicarde Lopes, para que seja reativado o serviço de perícias médicas, nos benefícios de auxílio-doença, na agência do INSS em Areia Branca.

O serviço está suspenso por tempo indeterminado prejudicando a população. De acordo com informações passadas pela prefeita, o parlamentar informou ao presidente da casa, o deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), que a unidade possui estrutura para realizar o serviço beneficiando também os moradores de Tibau, Grossos, Porto do Mangue e Serra do Mel.

Prefeita luta pelo retorno da perícia médica para o município

Desde que foi confirmada a desativação do serviço de perícia médica na Agência da Previdência Social (APS) de Areia Branca, a prefeita Iraneide Rebouças vem lutando pelo retorno  da perícia médica para o município. Em ofícios encaminhados ao gerente da APS de Areia Branca, Edvaldo Ferreira de Melo, ao Gerente Executivo da Previdência Social em Mossoró e à Superintendência Regional Nordeste/Dirsat, a prefeita mostra sua preocupação com o prejuízo causado a milhares de pessoas desde que esse serviço foi transferido para agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) de Mossoró e Assu.

Agência de Areia Branca é do tipo 2, com estrutura para atender usuários locais e das cidades vizinhas (Foto: Reprodução) 

A prefeita Iraneide afirma que além de Areia Branca, a população de Grossos, Tibau, Porto do Mangue e Serra do Mel foi penalizada com a suspensão do serviço, que agora para realizar perícias médicas tem que se deslocar para Mossoró ou Assu, arcando com custos indevidos de deslocamento e alimentação, além dos riscos inerentes ao uso de transporte para poder ter acesso ao procedimento.

Conforme a prefeita, essas cidades juntas totalizam mais de 60 mil habitantes. Valendo ressaltar que o INSS local dispõe de dois peritos lotados, bem como residentes no próprio município.

A prefeita destaca ainda, a capacidade de atendimento da APS local, registrando 34 perícias diárias, 170 perícias semanais e 720 perícias mensais. “Outro fator determinante para continuidade das perícias nesta cidade, refere-se à atividade salineira, petrolífera, marítima e de energia limpa, com labor em área insalubre, penosa ou perigosa, sempre existindo agendamento com lotação máxima para mais de 15 dias”, relata no documento enviado ao órgão previdenciário.

A prefeita Iraneide conclui o documento ressaltando a necessidade que seja determinado o reinício das atividades periciais e consequente retorno dos serviços previdenciários de abrangência de uma agência tipo 2, como a de Areia Branca, “atendendo assim aos anseios e necessidades de toda a população de usuários da Previdência Social, fator de importância para a economia da nossa região”, finaliza.

Documento entregue pelo deputado Dr. Bernardo à presidência da Assembleia Legislativa
Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *